logo Ligar

LIGAR - ENERGIA PARA TODOS

é uma Medida que visa desenvolver estratégias inclusivas de combate à pobreza energética e de aumento do consumo eficiente de energia junto da população em condições socioeconómicas desfavorecidas e de infoexclusão, através da dinamização de ações de terreno em dez freguesias, distribuídas pelo país.

Alertando para o facto de que a energia e a sua eficiência energética devem chegar a todos, espera-se contribuir para a mudança de comportamentos e, desta forma, contribuir para a redução ou mitigação da vulnerabilidade à pobreza energética dos cidadãos.

O PROJECTO

Foi criado no âmbito da Medida ADENE_I2 – “LIGAR – Eficiência Energética para Todos!”, promovida pela ADENE – Agência para a Energia, ao abrigo do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC 2017-2018), aprovado pela “Entidade Reguladora dos Serviços Energético (ERSE)”.

O desenvolvimento desta medida conta com a colaboração de quatro parceiros estratégicos: o CENSE (Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade), o ICS (Instituto de Ciência Sociais), a Sair da Casca e a CDI Portugal.

OBJECTIVOS

> Desenvolver um mapeamento e caraterização das populações mais vulneráveis à condição de pobreza energética
> Sensibilizar os consumidores para a necessidade e benefícios da eficiência energética
> Mudar comportamentos perante o consumo de energia; Reduzir o consumo ineficiente de energia
> Demonstrar, de forma prática e adaptada às rotinas diárias, como as mudanças de comportamento se podem traduzir numa redução de custos e benefício na fatura energética
> Criar e formar equipas de intervenção local de apoio contínuo às populações mais vulneráveis
> Divulgar os resultados obtidos na perspetiva de potenciar a replicação deste projeto a outras localidades

AÇÕES

1. Mapear e caraterizar as populações mais vulneráveis à condição de pobreza energética
2. Elaborar e distribuir um manual prático de eficiência energética enquanto ferramenta de aprendizagem para a temática, comunicação e incentivo à ação
3. Desenvolver uma plataforma digital para partilha pública de informação sobre o consumo eficiente de energia e divulgação dos resultados, para potencial replicação das iniciativas implementadas noutros pontos do país
4. Ativar e apoiar o desenvolvimento de dinâmicas destinadas a mobilizar as comunidades locais para o consumo eficiente de energia, através de um concurso de ideias - Desafios Locais “Teu Bairro, Tuas Energia”
5. Criar, formar e apoiar no terreno agentes/equipas locais – “Brigadas de Energia” – para aconselhamento presencial e apoio prático à implementação de soluções de eficiência energética junto da população alvo

pobreza energética

Definição

A Pobreza energética apresenta várias definições, sendo a mais comum relativa à incapacidade de indivíduos ou famílias aquecerem as suas casas, e no caso de climas como o nosso, também arrefecer. Frequentemente outros usos de energia são incluídos no conceito, no entanto, a maioria dos autores concentra-se na componente de aquecimento. A pobreza energética tem impacte não só no bem-estar e conforto dos cidadãos, mas também na saúde (doenças cardiovasculares, artrite, reumatismo, problemas respiratórios, problemas de saúde mental), na mortalidade (em resultado de doenças crónicas ou agravadas durante as ondas de calor/frio, com efeitos mais severos nos mais frágeis, como os idosos ou doentes crónicos), no aproveitamento escolar das crianças, no rendimento profissional dos adultos, ou por exemplo, no isolamento social das famílias e dos jovens.

23,8% da população

referiu não ter possibilidade de manter a sua habitação adequadamente quente - Portugal é o quinto país da União Europeia com uma maior percentagem

7,8% da população

apresenta contas de serviços da sua habitação, como as contas do gás, água e luz, em atraso

28,1% da população

referiu ter infiltrações, humidade e decomposição no seu alojamento - Portugal é o primeiro país da União Europeia com uma maior percentagem

35,7% da população

refere viver num alojamento não confortavelmente arrefecido no verão – Portugal apresenta a segunda maior percentagem da União Europeia

indicadores do projeto

10 área

de intervenção

10 ideia

"Teu bairro, tua energia"

100 agente

de proximidade

500 intervenções

(texto em falta)

mapeamento

parceiros